Rede Abelha

Loading...

Videos Angoleiros

Loading...

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Fazendo o Social

Ontem visitei o Grupo Zimba, na comunidade do Bate Facho. Fui acompanhado por algumas crianças do Nzinga: Bruna, Vinicius e Antonio. Esses são os mais velhos na casa.  Entraram no Nzinga há 5 anos atrás e parece que estão mergulhados dos pés à cabeça nessa odisseia angoleira, inclusive com forte envolvimento em outras áreas, como por exemplo, na Dança Afro e na "religião", o Candomblé. A gente não sabia onde era o endereço, apenas tinhamos algumas referencias e indicações de como chegar lá. Ja estavamos a caminho quando a Bruna avistou na avenida, em um ponto de onibus, uma das alunas do Zimba indo para a roda. Pura sorte! Parei adiante e um dos meninos voltou para convida-la a nos acompanhar de carro até o Bate Facho. Foi perfeito! Chegamos bem e rapidos. A roda foi ótima! Uma vibração muito boa tambem. Tinha muito mais crianças lá do que as que foram visitar o Nzinga na sexta feira passada. A boa e velha capoeira em comunidade, como o saudoso "mestre dos mestres" sempre quis.
O local é pequeno, mas é cheinho de axé. Foi todo ele construido por Paulo, um dos discipulos do mestre Boca do Rio, que tem o oficio de pedreiro como tradição familiar e que tambem é o responsavel pelas aulas para as crianças. Ambos estão de parabens pelo trabalho que realizam.
Agora pela manhã acontece o roda do mestre Caboré, no fim de linha da Rua Daniel Lisboa. Uma boa pedida...

Nenhum comentário: