Rede Abelha

Loading...

Videos Angoleiros

Loading...

sábado, 17 de setembro de 2011

O Tempo não para!

No inicio do mes de agosto comecei a dar aulas de capoeira angola na Fundação Pierre Verger. Um novo desafio que espero dar conta. As  crianças ainda estão aprendendo a me conhecer e eu a eles.  Tenho esperança de formar uma nova geração de capoeiristas pelas bandas do Engenho Velho de Brotas, bairro onde minha mãe mora há uns 25 anos e onde eu proprio morei, numa determinada época. Tenho já muitas historias a respeito de crianças e jovens que tiveram contato com a capoeira desde muito cedo e que tiveram as suas vidas transformadas de maneira definitiva. Um dos exemplos que mais me orgulha de   citar é o de Livaldir, Baba, que conheci com + ou - 10 anos de idade na Associação Livre de Moradores da Mangueira onde dava aulas juntamente com mestre Valmir. Ele é um exemplo de sucesso! Mora hoje em Washington DC, possui familia e é treinel da FICA. Quase que nesse mesmo tempo, um pouco antes talvez, o garoto Kenneth Kuanda, do GCAP, foi outra criança que já estava crescendo dentro da capoeira e hoje está na Austria há varios anos, também com situação estável. No Nzinga de São Paulo, tambem já tem uma geração de crianças que ficou grande lá. O Nzinga Salvador, depois de 9 anos, dos quais 6 no Alto da Sereia, já tem as suas crianças que ficaram adultas lá. O tempo passa, e com ele, as nossas vidas! Faça da sua o que voce quiser...escolha!